sábado, 15 de novembro de 2014

80 Anos de Mandrake - A primeira história completa


Clique AQUI para baixar

Digitalização e Restauração: Quadrinhos Antigos

Dia de mais uma festa no HQ Vintage: Mandrake também faz 80 anos agora em 2014! E para comemorar o aniversário deste antológico personagem da nona arte, trazemos até você a primeira história do mágico combatente do crime. Publicada nas tiras de jornais de 11 de junho a 24 de novembro de 1934, ela foi republicada pela Editora Globo no número inaugural da revista "Mandrake Coleção", que foi escaneado e restaurado pelo saudoso blog Quadrinhos Antigos, a qual relançamos aqui.

Essa história também serve de abertura para uma nova versão da Mandrake Coleção. A Globo infelizmente não publicou exatamente as histórias na ordem como prometeu, e pulou muitas. Na verdade eles tentaram selecionar o material no que tivesse de melhor para manter as vendas boas o suficiente para que a revista durasse. Então ao invés de lançarmos o Mandrake Coleção da editora Globo, o HQ Vintage vai lançar a sua versão da Mandrake Coleção com as histórias EXATAMENTE NA ORDEM de publicação, tal como nunca antes foi publicado no Brasil! Acompanhe futuramente mais números dessa revista sobre o selo HQ Vintage, com parceria do Flávio do Rock & Quadrinhos, e do Carlos Miranda que escaneou sua coleção de Mandrake Coleção que vai nos servir de base, assim como muitos outros escaneadores que disponibilizaram scans do Mandrake pela internet.

Publicado originalmente em preto e branco nas tiras diárias distribuídas para jornais de todo o mundo, é dessa forma que Mandrake veio ao mundo e dessa forma que você o encontra aqui. O personagem é considerado o primeiro "herói místico" dos quadrinhos, e só não é considerado o primeiro super-herói pelo detalhe bobo de não ter identidade secreta nem fantasia espalhafatosa, mas de resto se trata de alguém com poderes paranormais que combate o crime, aparecendo quatro anos antes do próprio Superman. Ele fez tal sucesso que despertou uma série de plágios, inclusive da própria Marvel (o mago Monako) e da DC (Zatara, que teria uma longa série em Action Comics e se tornaria pai de uma personagem hoje bem mais conhecida, Zatanna).

Mandrake também desde cedo caiu na graça dos brasileiros, estreando por aqui em 1935 no Suplemento Juvenil e depois indo para publicações antológicas como Globo Juvenil e Gibi. Na década de 50 ganharia sua revista mensal que duraria mais de três décadas. De tão conhecido pelo público, Mandrake até viraria música do grupo de rock "Joelho de Porco" nos anos 70. Pena que isso acabou quando o personagem não conseguiu se atualizar para agradar as novas audiências. Isso aconteceu muito por conta dele ser praticamente uma obra autoral, tendo quase todas as suas histórias "oficiais" (isto é, aquelas que saiam nos jornais) a cargo de três autores, a começar seus criadores Lee Falk e Phil Davis. Falk escreveu Mandrake da primeira tira, em 1934 até a sua morte, em 1999. Davis desenhou a primeira tira até a sua morte, em 1964. Daí foi substituído pelo desenhista Fred Fredericks, que também assumiu os roteiros com a morte de Falk em 99. Ele continuou com a tira até 2013, quando se aposentou, e junto com ele o Mandrake, que desde então vem apenas sendo republicado nos jornais norte-americanos.

O início dessa trajetória de 80 anos de aventuras você acompanha aqui, no HQ Vintage. Bom divertimento.

4 comentários:

  1. O Fantasma e o Mandrake estão entre os maiores personagens dos quadrinhos.Acompanho desde criança.O Lee Falk escreveu suas histórias por décadas.Talvez por isso a Mitologia dos personagens seja tão forte.Valeu,HQ Vintage!

    ResponderExcluir
  2. O Fantasma, Mandrake, Tex, Zagor, Ken Parker e Conan.. os primeiros personagens que tive contato nos quadrinhos...
    Obrigada por manter viva a memória da nona arte.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Por que o navegador Mega não está fazendo download das revistas clicadas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei Araújo. Todos os arquivos no mega continuam hospedados lá, nenhum foi apagado, tampouco recebi notificação do mega a respeito de violação de direitos. Parece que o Mega andou reconfigurando os endereços de hospedagem, e por isso os links agora estão com endereços diferentes, de forma que eu tenho que alterar os endereços de link um a um.

      Caso queira baixar alguma revista e não consiga, basta me notificar como esta, que já está disponível novamente. Isso vale pra todos os outros visitantes.

      Excluir