domingo, 25 de setembro de 2016

Detective Comics 225 - A primeira aparição do Caçador de Marte!


Clique AQUI para baixar

Tradução e Letras: Silva
Tradução, letras e edição: Nano

Enfim, com vocês mais uma MILLENNIUM EDITION, republicando as revistas mais históricas da DC Comics!

Desta vez trazemos DETECTIVE COMICS 225, originalmente publicada em novembro de 1955, que trazia a primeira aparição e o início da série do CAÇADOR DE MARTE na revista. E embora o marco inicial da "Era de Prata" dos quadrinhos seja o lançamento do novo Flash em novembro de 1956, exatamente um ano depois, o Caçador de Marte seria um dos primeiros heróis desta nova fase do super-heróis americanos a dar as caras - embora no início ele agisse mais "a paisana", sempre disfarçado como o policial John Jones, resolvendo crimes com a ajuda de seus poderes miraculosos.

O Caçador de Marte também fazia uma estréia bem discreta, diferente do Flash que já chegou na capa e tudo. Ele era pra ser só mais uma atração secundária de uma revista que já tinha no BATMAN seu principal e eterno carro-chefe. Por conta de não se assumir inicialmente como super-herói, por essa razão o Caçador de Marte não figura como o verdadeiro início da Era de Prata dos super-heróis, embora assim que os aventureiros de colante colorido voltassem plenamente a moda, suas histórias passariam a ter mais desses elementos, incluindo super-vilões, e lhe garantindo um importante papel na fundação da própria LIGA DA JUSTIÇA DA AMÉRICA.

No Brasil, o Caçador de Marte foi batizado pela Ebal de "Ajax", nome que pegou tanto que continuou com a editora Abril. No entanto, muitos consideravam "Ajax" infantil e nada a ver com o personagem, que se chama mesmo "J'onn J'onzz". Quando em 2002 a Panini passou a publicar a DC no Brasil, o Ajax foi definitivamente abolido, e doravente o personagem foi só chamado de Caçador de Marte mesmo.

A sua primeira história inclusive chegou a ser publicada pela EBAL. No entanto, pela primeira vez trazemos ela com o nome original do personagem, sem o "Ajax", e também o resto INTEGRAL da revista, com todas as suas histórias, nunca esquecendo que nela a estrela era mesmo o BATMAN. Agradecimentos mil ao Silva que cuidou da tradução e diagramação da história principal e da hq de "ROY RAYMOND", uma atração que por muitos anos ocupou a Detective Comics, embora seja um tanto desconhecida no Brasil. Então, sem mais delongas, baixem o gibi e... bom divertimento!

2 comentários:

  1. O que eu mais gosto nas hqs aqui é a qualidade das traduções e letramento. Coisa de profissional! Antes de voces só lia scan de edições das editoras, não feitas pelos fãs. Muito obrigado pelo esforço de voces! A Panini deveria contrata-lo, né.

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo nano,
    Mais uma edição sensacional, com uma qualidade profissional.
    O trabalho do seu blog é FANTÁSTICO, parabéns.

    Sabino

    ResponderExcluir